WhatsApp chat

Viscosuplementação

Viscosuplementação

O que é e para que serve:
A Viscosuplementação é um procedimento que injeta ácido hialurônico nas articulações com determinado grau de doença cartilaginosa.

O ácido hialurônico é normalmente produzido pelas células da membrana das articulações e é uma substância gelatinosa cuja função primordial é amortece-las e lubrifica-las.

Em doenças cartilaginosas, em especial na artrose (quando a articulação desgasta), a superfície dos ossos torna-se áspera, o fluído torna-se mais fino e o espaço entre os ossos torna-se menor.

A Viscossuplementação pode ser feita em: joelhos, quadris, tornozelos, pequenas articulações como metatarso-falangeanas, punho, ombro, cotovelo e articulações facetárias da coluna vertebral.

Algumas articulações como o quadril, cotovelo e o ombro devem ser abordadas sob auxílio de ultrassonografia.

A Viscossuplementação é considerada uma ferramenta que auxilia no tratamento de doenças cartilaginosas, mas não substitui uma cirurgia, como em alguns casos de artrose mais avançada com desvio de eixo (pernas tortas) e que cursem com instabilidade (falseio). Nestes casos há a indicação de tratamento cirúrgico, a exemplo da Osteotomia ou Prótese total.

Efeitos Esperados:

  • Analgesia prolongada;
  • Melhoria da lubrificação e do quadro de movimento articular;
  • Redução da ativação de células inflamatórias que causa destruição articular da artrose;
  • Estímulo da produção do próprio ácido hialurônico (endógeno), com melhoria da viscosidade do liquido sinovial;
  • Estabilização da degradação da matriz cartilaginosa;
  • Estímulo da produção de células cartilaginosas e do colágeno tipo 2;

A maioria das pessoas sente os resultados positivos da Viscosumplementação logo após a primeira aplicação. Em alguns casos as melhorias são graduais, em que os benefícios passam a ser percebidos após a terceira aplicação.

Os resultados do tratamento duram, em média, de seis (06) meses a um (01) ano. No entanto, há a possibilidade da sensação de alívio por um período de até três (03) anos.

Quem pode ser considerado um candidato à Viscosuplementação:

  • Indivíduos com dores articulares crônicas persistentes, mesmo após prática de tratamento conservador (fisioterapia, injeções de cortisona, modificação de atividade, perda de peso, anti-inflamatórios não-esteróides e analgésicos);
  • Indivíduos que não podem tomar anti-inflamatórios (aqueles que têm histórico de gastrite, úlceras gástricas, ou doenças renais);
  • Indivíduos para os quais a cirurgia não é uma opção.

Como ocorre o procedimento:
O procedimento é realizado no consultório, podendo ser feito de forma guiada por ultrassonografia, sob condições estéreis (assepssia e antissepssia) e cada aplicação leva apenas alguns minutos.

Dependendo do produto, realiza-se a Viscosuplementação uma vez por semana em períodos que variam de três (03) a cinco (05) semanas; ou em aplicações únicas mesmo.

Quem deve evitar a Viscosuplementação e quais os efeitos colaterais:
Devem evitar a Viscosuplementação pessoas alérgicas, mulheres grávidas ou que estejam amamentando.

Os efeitos colaterais podem incluir dor, inchaço, calor, erupção cutânea, coceira e / ou vermelhidão. Estas reações são geralmente leves e não duram muito tempo.

Vale lembrar que frente ao menor sinal de reação, o indivíduo deverá sempre contatar seu médico.