WhatsApp chat

Correção de Fraturas

 

O que são fraturas:

Fraturas são lesões que causam rompimento ou trincamento de um osso. Elas podem ser fechadas, quando o osso não é exposto, ou expostas, quando há rompimento da pele. Podem ocorrer por acidentes domésticos (como quedas), acidentes de trânsito ou outros tipos de trauma.

Também podem ocorre por consequência de doenças como tumores ou osteoporose – que provocam diminuição progressiva de massa óssea, principalmente entre mulheres após a menopausa e idosos.
Esforço excessivo pode provocar fraturas por estresse, o que acontece com mais frequência entre esportistas.

 

Principais tipos de fraturas:

 

As fraturas podem ser classificadas de acordo com a causa, podendo ser:

Traumáticas – São as mais característica de acidentes, por exemplo, em que há aplicação de uma força excessiva no osso, mas também pode ser devido a movimentos repetitivos que lesionam o osso aos poucos, favorecendo a fratura;

Patológicas – São aquelas que ocorrem sem explicação ou devido a pequenas pancadas, como na osteoporose ou em tumores ósseos, já que deixam os ossos mais frágeis.
Além disso, as fraturas podem ser classificadas de acordo com a lesão em:

Simples – Apenas o osso é atingido;

Expostas – A pele é perfurada, havendo a visualização do osso. Por ser uma lesão aberta, está mais susceptível a infecções, sendo recomendado o tratamento cirúrgico de urgência

Complicadas – Afetam outras estruturas além do osso, como nervos, músculos ou vasos sanguíneos;

 

Tipos de Tratamento:

Após ocorrer uma fratura, as pessoas devem procurar um atendimento médico de emergência para tomar as providências necessárias para o tratamento.
Conforme o quadro referente á fratura, o médico responsável poderá fazer:

  • Tratamento Conservador – Com alinhamento dos fragmentos da fratura e imobilização na posição anatômica correta, com colocação de talas gessadas ou gessos circulares.
  • Tratamento Cirúrgico – Com colocação de hastes, placas, fios metálicos ou fixadores externos, reconstrução de tecidos e articulações, entre outros procedimentos mais complexos.

As fraturas são percebidas, seja pelo aparecimento dos ossos através da pele (fratura exposta); pela dor; pela perda funcional ou mesmo por exames de imagem.

Todas as fraturas provocam dor, que podem ocorrer de forma espontânea ou quando é realizada a palpação do local. Além disso, a dificuldade em movimentar o membro acometido ou deformidades que caracterizam a quebra dos ossos podem ser percebidas no exame clinico.

A realização de exames radiológicos confirma o diagnóstico de fraturas.

 

Sintomas de fratura:

As fraturas podem gerar sinais e sintomas muito característicos, como:

• Dor intensa;
• Inchaço do local fraturado;
• Deformidade do local;
• Incapacidade total ou parcial de mexer o membro fraturado;
• Presença de hematomas;
• Presença de ferimentos no local da fratura;
• Diferença de temperatura entre o local fraturado e o sem fratura;
• Dormência e formigamento da área;
• Estalidos e crepitações

Quando houver fratura, não é indicado de forma alguma tentar colocar o osso ou o membro no lugar, pois pode causar ainda mais danos, além de ser bastante doloroso. O melhor a fazer é procurar ajuda médica para que as atitudes corretas sejam tomadas e o tratamento possa ser feito.

 

Sequelas comuns em caso de tratamento inadequado ou não tratamento:

Consolidação viciosa – O osso cicatriza em uma posição anatômica incorreta, que pode ter implicação apenas estética ou até provocar a limitação ou perda da função do membro afetado.

Pseudoartrose – A consolidação da fratura não acontece no tempo esperado. A não formação de calo ósseo entre os fragmentos da fratura pode ser verificada por exame clínico e por exames radiológicos.

Infecção Óssea (Osteomielite) – Geralmente ocorre em casos de fraturas expostas e em pacientes com imunidade comprometida por doenças, como a diabetes. O tratamento envolve procedimentos cirúrgicos e uso de antibióticos.

As sequelas de fraturas, conforme a gravidade exige atenção médica imediata para evitar maiores complicações, com impacto significativo e direto no quadro de saúde das pessoas. Geralmente, a correção de sequelas é feita através de cirurgias.